ONU declara que restringir o uso da internet é agressão aos direitos humanos


Porém alguns países não concordam com a medida

Acesso a internetEm declaração, a Organização das Nações Unidas, disse que o acesso a internet não deve ser restringido pelo governo ou por nenhuma agência governamental. O acesso a internet, em si, ainda não é um direito humano, mas segundo a ONU, a privacidade e o direito das pessoas deve ser respeitado tanto no campo online como no offline.

A resolução foi aprovada pela maioria dos países, porém China e Rússia não concordam com a nova medida, já que há históricos de interferências por parte do governo ao acesso dos cidadãos, esses países solicitaram, inclusive, que fosse retirado do documento o trecho que dizia que a ONU condenava medidas que pudessem restringir o acesso à informação e ao aprendizado online, o que não foi aceito.

 

A nova medida não é obrigatória, por isso, não há nenhuma medida que possa punir os países que forem contra ela, e mesmo que fosse obrigatório, seria muito difícil a ONU punir as nações.

O acesso a internet deve ser usada como uma ferramenta de aprendizado, todas as pessoas têm o direito à informação, e graças a tecnologia e a internet essa informação está cada vez mais acessível para todos e esse direito deve ser preservado.


PLANOS MENSAIS A PARTIR DE

conte-nos sobre o seu projeto!

Se você está interessado em trabalhar conosco,
envie-nos os seus contatos e conte sobre o seu projeto.

Fale Conosco